Notícias Política e Eleição

09/10/18 - 00h55 - atualizada em 09/10/18 às 01h08

Irati continua sem representante na ALEP

Município teve quatro candidatos a deputado estadual, mas nenhum deles conseguiu votação suficiente para assumir uma cadeira no legislativo

Rodrigo Zub, com reportagem de Paulo Henrique Sava

Irati teve quatro candidatos a deputado estadual: Felipe Lucas, Odilon Burgath, Marcelinho Rodrigues e Roni Surek

Irati teve quatro candidatos a deputado estadual nas eleições de 2018. O ex-prefeito e ex-deputado estadual Felipe Lucas (PPS) obteve 22.230 votos, sendo 9.655 em Irati. Com isso, ele foi o candidato a deputado estadual mais votado no município. Porém, a votação foi insuficiente para que ele conseguisse uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

Os demais candidatos também ficaram fora da disputa por uma das 54 cadeiras no legislativo estadual. Odilon Burgath (PDT) obteve 5.433 votos, sendo 3.764 em Irati; Marcelo Rodrigues (PP) conseguiu 1.979 votos (1.332 em Irati); e Roni Surek (PROS) obteve 1.621 votos, sendo 1.052 em Irati. Com isso, o município segue sem representantes no Estado.

PUBLICIDADE

Os quatro candidatos conversaram com a nossa reportagem. Confira a análise de cada um sobre o resultado do pleito.

Roni exaltou sua participação no pleito deste ano. “Estamos aí preparados, temos mais eleições pela frente e a vida do homem público é assim mesmo. Pela estrutura que a gente tinha para trabalhar, condição financeira que nós tivemos me dou por feliz. Por outro lado, a gente acompanha as mídias sociais, a imprensa radiofônica, televisiva e jornalística e a população clama por mudanças e transformação. Por isso, que eu coloquei meu nome à disposição por Irati, pela região Centro-Sul e até por essa nova política a nível de governo do Estado. Inclusive quero parabenizar o doutor Felipe Lucas, o ex-prefeito Odilon Burgath, Marcelo Rodrigues meu colega de Câmara e todos os amigos que tiveram coragem [de se candidatar a deputado estadual]. Eu de forma alguma acho que foi loucura colocar nosso nome à disposição. Talvez no momento político mais difícil, saímos candidatos. Quero agradecer a todas as pessoas que confiaram no meu nome, meu trabalho, eu estou aí com apenas um ano e meio como vereador fazendo trabalho no legislativo e fico contente. Agradeço a Deus e me dou por satisfeito”.

PUBLICIDADE

Odilon agradeceu a todos que trabalharam e votaram nele durante a campanha (acompanhe o áudio abaixo). “A nossa campanha com poucos recursos bastante modesta em termos de estrutura, mas de muita vontade de levar a mensagem e isso foi conquistado. Então, quero dar aquele grande abraço para todos aqueles que torceram por mim e acreditaram em nossas propostas. Muito obrigado. Fica a minha gratidão, por onde passei sempre fui bem tratado as pessoas me acolheram bem na região também. É um trabalho inicial minha carreira na política ainda é recente fui eleito prefeito em 2012. [Quero] cumprimentar meus concorrentes aqui em Irati, Marcelo, Doutor Felipe, Roni, pela coragem nesse momento político que a gente vive de colocar o nome à disposição, representar nossa cidade, cumprimentar todos pela votação que tiveram e agradecer a todos que acreditaram em mim e em nossas propostas fica aqui minha gratidão. Então, fico satisfeito com a luta que nós tivemos e com a seriedade que nós apresentamos durante a campanha.

PUBLICIDADE

Marcelinho contou como foi à experiência em concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa (confira mais detalhes no áudio abaixo). “Campanha nova não tinha tanta noção, mais para vereador, mas eu fico muito feliz das pessoas que votaram para mim, me ajudaram nós caminhamos com minha família, amigos, com parentes, só tenho a agradecer por onde fui, fui bem recebido, as pessoas que lá cheguei me trataram bem ou com a minha equipe que trabalhou nessa caminhada. Cumprimentar os candidatos de Irati porque não é fácil concorrer a deputado estadual. Espero que isso sirva de lição para que nós possamos aprender para o futuro de que forma trabalhar numa campanha eleitoral e só tenho a agradecer. Estou muito tranqüilo e quem tem coragem de sair candidato, também tem que ter coragem de saber enfrentar uma derrota. Primeira eleição que participo [para deputado], então agradeço a todas as pessoas que votaram acreditando naquelas propostas que passamos a todas as pessoas”.

Felipe Lucas afirmou que a divisão dos votos entre quatro candidatos dificultou a eleição para todos (Ouça o áudio abaixo). Com isso, o município de Irati fica mais uma vez sem representante na ALEP. “É uma eleição que torna-se difícil para todos. Quero cumprimentar a todos eles que participaram, uma eleição bastante difícil, nós tivemos um número de votos bastante bom, embora nossa grande preocupação é que a região fica mais uma vez sem representante. Isso é muito ruim. Ele torna-se uma região desprotegida. As conquistas maiores sempre vêm quando você tem um representante da região, a região se torna mais valorizada. A gente sabe disso porque já estive na Assembleia tantas coisas boas que conseguimos para Irati desde o IFPR, que foi uma questão política, defendeu os fumicultores, mas a gente tem que aceitar. Eleição é assim, um número de votos bastante expressivo, então a gente fica dentro da margem numa eleição bastante atípica onde muita gente deixa de votar, uma série de coisas que não fica acreditando na política”.

PUBLICIDADE

Outros candidatos da região que não se elegeram

Dos atuais deputados estaduais, Hussein Bakri (PSD), de União da Vitória, não conseguiu se reeleger ao obter 32.679 votos. Outro candidato da região que não teve êxito no pleito foi Péricles de Holleben Mello (PT), de Ponta Grossa, que tentava a reeleição, mas conseguiu apenas 27.397 votos. O ex-reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Professor João Carlos Gomes, teve 24.014 votos e também não conseguiu uma vaga na ALEP. Outros candidatos com cabos eleitorais e correligionários na região não foram eleitos. São eles: o filho do ex-governador Beto Richa, Marcello Richa (PSDB), obteve 20.021 votos, o ex-vereador de Ponta Grossa, Júlio Kuller (MDB), com 11.945 votos, e Kleber Santini, de Prudentópolis, do PSL, com 6.327 votos.

Deputados eleitos

Delegado Francischini (PSL), com 427.749 votos, tornou-se o deputado estadual mais votado da história do Paraná. Além dele, também foram eleitos:

Alexandre Curi (PSB) – 147.565 votos (Reeleito)

Professor Lemos (PT)- 84.892 votos (Reeleito)

Requião Filho (MDB)- 82.652 votos (Reeleito)

Tiago Amaral (PSB)- 79.455 (Reeleito)

Romanelli (PSB)- 73.383 (Reeleito)

Tadeu Veneri (PT)- 69.320 (Reeleito)

Guto Silva (PSD)- 66.412 (Reeleito)

Evandro Araujo (PSC)- 64.767 (Reeleito)

Paulo Litro (PSDB)- 61.791 (Reeleito)

Delegado Jacovós (PR) – 61.310

Gilberto Ribeiro (PP) – 60.540 (Reeleito)

Marcio Nunes (PSD) – 59.192 (Reeleito)

Coronel Lee (PSL) - 58.343

Artagão Junior (PSB)- 57.385 (Reeleito)

Tião Medeiros (PTB) – 54.276 (Reeleito)

Michele Caputo Neto (PSDB) - 51.246

Maria Victoria (PP) – 50.414 (Reeleita)

Alexandre Amaro (PRB) - 49.565

Cristina Silvestri (PPS)- 48.805 (Reeleito)

Cobra Repórter (PSD)- 46.983 (Reeleito)

Anibelli Neto (MDB)- 46.713 (Reeleito)

Gilson de Souza (PSC)- 46.116 (Reeleito)

Tercilio Turini (PPS)- 46.106 (Reeleito)

Luiz Carlos Martins (PP) - 44.001

Traiano (PSDB)- 43.601 (Reeleito)

Marcel Micheletto (PR) – 43.177

Estacho (PV) - 43.088

Homero Marchese (Pros) - 42.154

Jonas Guimarães (PSB)- 41.919 (Reeleito)

Douglas Fabricio (PPS)- 40.763 (Reeleito)

Mauro Moraes (PSD)- 39.576 (Reeleito)

Boca Aberta Junior (PRTB) - 39.495

Marcio Pacheco (PPL)- 39.323 (Reeleito)

Franscisco Buhrer (PSD)- 38.873 (Reeleito)

Nelson Justus (DEM) 38.349 (Reeleito)

Goura (PDT) – 37.366

Delegado Fernando (PSL) - 36.937

Arilson Maroldi Chiorato (PT) - 36.494

Plauto Miró Guimarães (DEM)- 36.332 (Reeleito)

Reichembach (PSC)- 35.751 (Reeleito)

Delegado Recalcatti (PSD)- 35.348 (Reeleito)

Soldado Fruet (Pros) - 35.231

Mabel Canto (PSC) - 35.036

Soldado Adriano José (PV) - 33.757

Luiz Fernando Guerra (PSL) - 32.216

Doutor Batista (PMN)- 31.315 (Reeleito)

Luciana Rafagnin (PT) - 30.931

Nelson Luersen (PDT)- 28.877 (Reeleito)

Missionário Ricardo Arruda (PSL)- 27.574 (Reeleito)

Galo (Pode) - 26.210

Do Carmo (PSL) - 17.695

Emerson Bacil (PSL) - 17.626

Subtenente Everton (PSL) – 13.047 votos

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários

AO VIVO
AM
00:00 às 05:00 Rede Milícia da Imaculada Rede Milícia Sat
FM
00:00 às 04:00 Najuá Night Club Programação Najuá