Notícias Policial

04/11/19 - 22h51 - atualizada em 04/11/19 às 22h59

Operação Lote de Ouro apura fraude contra Prefeitura de Imbituva

Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão na manhã desta segunda (4)

Da Redação, com informações da PC/PR e Nagib Luiz Harmuch/Rádio Estilo FM 

Polícia Civil investiga valor da desapropriação de terreno (foto)

A Operação Lote de Ouro, desencadeada pela Polícia Civil do Paraná (PC/PR) na manhã desta segunda-feira (4), apurou fraude cometida contra a Prefeitura de Imbituva, que ocasionou prejuízo de R$ 500 mil aos cofres públicos. A ação foi realizada em conjunto com a Divisão de Combate à Corrupção (DCCO), de Curitiba, e recebeu apoio de policiais civis da 13ª Subdivisão Policial (SDP), com sede em Ponta Grossa. Durante a ação, foram cumpridos sete mandados judiciais: três de prisão temporária e quatro de busca e apreensão.

De acordo com a Polícia Civil, a fraude envolve o procedimento de desapropriação de um imóvel onde seria construída uma clínica de reabilitação. Conforme o delegado Luís Gustavo Timossi, responsável pelo caso, a investigação começou há dois meses. O terreno seria adquirido com verba da Secretaria Municipal de Saúde. O esquema teria envolvimento de uma idosa, que se beneficiaria da desapropriação, um servidor da Prefeitura de Imbituva e um servidor de outro órgão.

“Com base nessas informações, começamos a buscar para saber qual seria esse imóvel e verificar a veracidade dessas informações. A investigação acabou apontando que havia indícios de que esse imóvel estaria sendo desapropriado já pertencia ao município e teria sido feito um procedimento de usucapião – uma ação em que alguém solicita que o Estado declare a propriedade do imóvel. As investigações apontaram uma discrepância nesse sentido”, informou o delegado responsável.

Ainda de acordo com Timossi, o imóvel em questão foi avaliado em R$ 240 mil em 2017 e, neste ano, estaria sendo desapropriado por R$ 500 mil, mais do que o dobro. “Desencadeamos a operação em razão da existência de veementes indícios de que essas pessoas que foram presas estariam tentando prejudicar a apuração desses fatos, inclusive, falsificando documentos para que não se descobrissem irregularidades nesse processo de desapropriação”, acrescentou.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

A sede da Prefeitura de Imbituva foi um dos alvos da ação policial. A idosa e os dois servidores foram detidos temporariamente, em cumprimento aos mandados, nos próprios endereços. Os três foram indiciados por associação criminosa, falsidade ideológica, falsa perícia, inserção de dados falsos no sistema de informações policiais e modificação ou alteração não autorizada de sistema de informações e lavagem de capitais.

Os dois servidores municipais estão sujeitos a afastamento e demissão de seus respectivos cargos. A Prefeitura de Imbituva negou ter conhecimento prévio da fraude na desapropriação do imóvel e informou que deve abrir uma sindicância interna para apurar o que, de fato, ocorreu.

Ao tomar conhecimento da fraude, a Prefeitura suspendeu o pagamento do valor solicitado para a desapropriação do terreno. “Vamos investigar para saber todos que estariam envolvidos nesses fatos, pois o município estaria sendo lesado por essa quantia expressiva. As investigações apontam indícios de que houve fraude anterior, para que esse imóvel fosse transferido para terceiro. Ele efetivamente foi transferido para um terceiro e, depois disso, a Prefeitura teria desapropriado o imóvel que, poucos meses antes, já era dela, no valor exato de R$ 500 mil”, disse Timossi.

Segundo o delegado, os servidores foram presos porque eles prejudicaram a apuração dos fatos. Na Prefeitura, documentos foram apreendidos para evitar que os investigados os adulterassem e seja realizada uma perícia para comprovação dos fatos.

A Polícia Civil ainda vai investigar se o valor que seria desviado beneficiaria a uma única pessoa ou se ele seria redistribuído entre mais pessoas.

Policiais estiveram na prefeitura de Imbituva

Comentários

AO VIVO
AM
07:45 às 08:00 Plantão de Notícias Tadeu e Paulo
FM
05:00 às 08:00 Desperta Irati Amilton Ferreira