Notícias Policial

16/05/18 - 10h20 - atualizada em 16/05/18 às 19h23

Capitão Crevelin fala sobre ações da PM em Antônio Olinto

Comandante da 3ª Companhia do 27º BPM falou sobre o efetivo reduzido e as dificuldades de atendimento, na sessão da Câmara realizada na segunda (14)

Da Redação, com informações da Rádio Cultura Sul 

Atendendo convite dos vereadores, Comandante da 3ª Cia, Capitão Crevelin, falou sobre os trabalhos desenvolvidos no Destacamento da PM de Antonio Olinto

Em atendimento aos ofícios encaminhados pelos vereadores, o capitão Ederson Pinheiro Crevelin, que comanda a 3ª Companhia do 27º Batalhão de Polícia Militar (BPM), usou a Tribuna da Câmara de Antonio Olinto para relatar as ações desenvolvidas pela Polícia Militar naquele município. Na explanação, Crevelin apresentou dados sobre o efetivo e ações operacionais, falou sobre o patrulhamento e outras questões relacionadas à segurança pública.

PUBLICIDADE

A cidade de Antonio Olinto possui um Destacamento Policial Militar (DPM), que faz parte do 1º Pelotão da 3ª Companhia de São Mateus do Sul, comandada pelo capitão. A 3ª Companhia, por sua vez, integra o 27º Batalhão de Polícia Militar, que possui sede em União da Vitória e é comandada pelo Major Renato dos Santos Taborda.

PUBLICIDADE

De acordo com Crevelin, o problema relacionado ao atendimento através do telefone 190 foi resolvido. Antes havia dificuldade para atendimento através dessa linha, quando os policiais militares saíam do Destacamento para patrulhas ou ocorrências. Entretanto, o sistema mudou e o atendimento por telefone fica centralizado na sede da Companhia, em São Mateus do Sul, no COPOM (Centro de Operações Policiais Militares). O atendimento ocorre 24 horas por dia e a informação é repassada à respectiva equipe da localidade de origem da ocorrência.

Além do 190, ainda é possível fazer as denúncias através do celular (42) 9-8826-8199, que fica na viatura de patrulhamento, ou pelo telefone fixo (42) 3532-1634, do Destacamento, para auxílio. No entanto, Crevelin esclareceu que o envio de mensagens via WhatsApp é uma alternativa descartada, porque o celular na viatura é um aparelho simples, não um smartphone e isso demandaria, ainda, um pacote de dados para internet móvel. Conforme o capitão, essa funcionalidade poderia estar disponível se a Prefeitura custeasse o smartphone e a internet móvel, pois a PM não tem essa disponibilidade no momento.

Crevelin ressaltou ainda o caráter preventivo como a função central da PM e assinalou aos vereadores que o papel investigativo compete à Polícia Civil. Seis policiais militares se revezam hoje no Destacamento de Antonio Olinto. Falta, entretanto, um comandante local. A Polícia Militar do Paraná tem um deficit no número de policiais graduados. Para o comando de um Destacamento, deveria haver um sargento para gerenciar o trabalho. Segundo o capitão, a situação é sistêmica em todo o Estado e não meramente pontual.

O comandante da 3ª Companhia recomendou aos vereadores que busquem auxílio político junto aos deputados para tentar ampliar o efetivo policial na região. De acordo com Crevelin, a ampliação de efetivo policial em Antônio Olinto depende do aumento do efetivo em todas as cidades que abrangem a Companhia, que abrange, além da sede, que fica em São Mateus do Sul, os municípios de Antônio Olinto e São João do Triunfo.

Quanto à Patrulha Rural, o capitão afirmou que tanto Antônio Olinto quanto São João do Triunfo possuem uma viatura específica para circular pelo interior. A Patrulha Rural soma-se às patrulhas executadas pelas viaturas na sede dos municípios, que a cada dia seguem para uma localidade distinta e durante o dia fazem a segurança da parte urbana. Em São Mateus do Sul, esse apoio é prestado pela Ronda Tático Móvel (Rotam).

Em relação ao patrulhamento policial em festas populares, Crevelin apontou a necessidade de a PM ser oficializada da realização do evento com antecedência para deslocar efetivo.

Na época da criação do 27º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com sede em União da Vitória, em 2016, o então governador Beto Richa prometia que haveria reforço no efetivo, que seria ampliado de 130 para 360 policiais. A promessa não se consolidou.  

Crevelin ao lado dos nove vereadores da Câmara de Antonio Olinto

Comentários

AO VIVO
AM
20:00 às 23:59 Conexão com a Rádio Banda B de Curitiba Jornalismo e Esporte da Banda B
FM
22:00 às 23:00 Rainha da Luz - Igreja católica São Miguel e Nossa Senhora da Luz