Notícias Ouvinte Repórter

05/12/19 - 20h17 - atualizada em 05/12/19 às 20h39

Rua no bairro Canisianas recebe reperfilamento

Aplicação de uma camada de massa asfáltica sobre o calçamento na rua Ladislau Delong é uma reivindicação antiga de moradores da região

Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub. Fotos: Secretaria de Comunicação

Com oito meses de atraso, tiveram início nesta semana as obras de reperfilamento asfáltico da Rua Ladislau Delong, no bairro Canisianas. A informação foi repassada a nossa reportagem pela moradora Viviane Oleinik. A melhoria era uma reivindicação antiga da comunidade. Inicialmente, a solução tinha sido prometida para o início do mês de abril.

“A Secretaria de Obras realizou o reperfilamento, que deixou nossa rua bem mais transitável e acabou com aqueles abaulamentos que atrapalhavam o trânsito. Claro que ainda existem muitas melhorias a serem feitas aqui no bairro Canisianas. Mas essa mobilização mostrou que, juntos, somos muito mais fortes. Afinal, foi graças à participação ativa dos moradores que as melhorias estão acontecendo”, conta.

O reperfilamento consiste na aplicação de uma camada de massa asfáltica sobre o calçamento que, em si, já serve de base para o asfalto. A finalidade da camada de nivelamento ou de reperfilamento é corrigir deformações da superfície de um antigo revestimento, como é o caso do calçamento. Para tanto, se utiliza uma mistura de agregados de graduação fina. Além de corrigir as deformações, essa camada sela as fendas existentes. A camada é feita com uma vibroacabadora.

Viviane manifesta agradecimento ao prefeito Jorge Derbli e aos vereadores Marcelo Rodrigues, José Bodnar e ao presidente da Câmara, o vereador Nei Cabral, por intermediarem que a chegada da requisição dos moradores chegasse ao Executivo.

“O mais importante é conscientizar toda a comunidade que todos nós temos o direito de exigir, dos nossos representantes, as melhorias que entendermos necessárias. Isso vale para a melhoria das ruas, sim. Essa é a grande lição que ficou”, frisa Viviane.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

O comentário dela tem a ver com a posição apresentada, em fevereiro, pelo vereador Rogério Kuhn, que chegou a sugerir que fossem filtradas as indicações de melhorias que os vereadores recebem dos moradores das comunidades. Na época, o vereador relativizou as condições da via, ao dizer que elas não eram tão ruins quanto a indicação apontava.

Um abaixo-assinado solicitando as melhorias foi protocolado na Prefeitura ainda em 2018. Sem resposta do Executivo, Viviane tinha pedido aos vereadores que interferissem.

Os problemas na pavimentação da rua, que era em pedra irregular, levou os moradores a improvisarem meios de poder chegar em casa, nos pontos mais críticos. Em algumas residências, a entrada para a garagem recebeu rampas de concreto que invadem a área da rua, passando por cima do meio-fio. Em outros pontos da rua, o uso de pedra brita tenta impedir a formação de poças onde não há mais a presença das pedras do calçamento. Remendos de asfalto, em alguns locais, substituem as pedras removidas para a abertura de valetas na rua para obras.

Essa irregularidade de pavimentação gerou vários pontos de buracos, ocasionados pela erosão, pelas chuvas e pelo tráfego, ao longo das três quadras de extensão da via.


Comentários

AO VIVO
AM
13:30 às 15:00 Espaço publicitário -