Notícias Opinião

23/03/12 - 17h07 - atualizada em 23/03/12 às 17h12

Eu, Prefeito de Irati 2012

Jeff Reinholds/[email protected]/Hoje Centro Sul


Ilustração
Resolvi me candidatar a Prefeito de Irati agora em 2012. Está na hora de alguém tentar mudar a cabeça desse povo daqui! E decidi que esse alguém sou eu, oras! Afinal de contas, duvido que alguém tenha ideias mais geniais, fantásticas e mirabolantes do que as minhas, para a cidade na qual eu nasci. Resolvi que chega de ficar esperando que alguém faça algo de realmente útil para Irati, vou eu mesmo é botar a mão na massa! Até porque, conversando com um ou outro futuro candidato ao posto, todos pensam a mesma coisa: investir mais na saúde, na educação, na habitação, no transporte, na geração de empregos e blá, blá, blá. Fala sério: quem acredita em político que promete todas essas coisas? No fundo todo mundo sabe que a educação no Brasil é uma bela porcaria, que o nosso povo adora mesmo é ficar doente só pra ter assunto pra fofocar e médico pra consultar e que a gente adora problemas no transporte coletivo e nas estradas só pra poder ouvir um radialista qualquer descendo a ripa com gosto no Prefeito! Então tenho outras propostas, propostas estas realmente úteis para o dia a dia de todos os Iratienses. Comecemos, pois!

Prometo abrir o ralo do Parque Aquático para, primeiro, escoar toda aquela imundície esgoto abaixo, soltando tudo no rio mais próximo, só para gerar confusão nacional e multa milionária para a cidade; assim ficaremos famosos e seremos destaque no Jornal Nacional – que acabou de trocar uma cinquentona já meio passada por uma trintona enxuta loca de bonita! Bom, as ONGs vão chiar pra caralho e o pessoal do meio ambiente também, mas então apresentaremos uma alternativa: encher novamente aquele buraco de água e transformar o parque no Centro de Treinamento da Marinha Iratiense. Essa Marinha, de guerra, vai ser formada por tudo quanto é pescador vadio e desocupado que fica hoje o dia inteiro fazendo xixi na barranca dos nossos rios. Além de gerar empregos, ajudo a salvar o rio que nós mesmos destruímos no começo do parágrafo. E a nossa Marinha vai se equipar, viu? Para caso um dia Rebouças ou Texas City resolvam declarar guerra e nos invadir: teremos a mais moderna tecnologia militar disponível, e assim seremos a única cidade-estado do mundo com pedalinhos de guerra! É de encher a gente de orgulho, não é mesmo?

Prometo resolver o problema do transporte coletivo em Irati, ligando através do ar a Santa à periferia. É fácil, veja: vou mandar instalar um cabo para um teleférico, do alto do côco da Santa até o alto dos bairros onde eu for mais votado, com um bondinho fazendo as linhas o dia todo, 24 horas por dia. Bateu uma carteira no centro e a polícia tá vindo pela rua? Larga mão de ser burro: pega o bondinho e foge pelo ar, oras! Mas vamos precisar de uma estação central, então vou desapropriar o edifício Fornazari e transformá-lo numa verdadeira estação vertical, com o ponto para o bondinho bem lá no alto do mesmo. Teremos andares para o comércio de contrabandos dos ambulantes e andares com barraquinhas de comida de rua gordurentas. E para que os moradores atuais do prédio não fiquem incomodando e perambulando pela cidade, vamos gratuitamente transferí-los para as novas casas do Minha Casa, Minha Dívida, que serão erguidas depois que eu pedir para o Lula dar a ordem para a Dilma liberar o dinheiro. Para o pessoal da 19, que vive se mordendo de ciúme e reclamando do movimento do pessoal do centro, vou mandar construir uma parada obrigatória na rotatória do alto da subida da delegacia.  Democrático, eu, né?

Por fim, vamos solucionar o mais grave dos problemas da nossa cidade: a falta de puteiros decentes! É uma vergonha quando temos que receber empresários, políticos e pessoas de família de fora: não temos um mísero de um puteiro mais ou menos para lhes oferecer como alternativa a um estressante e cansativo dia de trabalho! Todo mundo sabe que putaria é sinônimo de progresso, e como que queremos, então, afirmar de peito cheio e aberto que estamos no caminho do progresso se nem um puteiro de respeito temos, hein? Pensa você que o Rio de Janeiro atrai tantos turistas estrangeiros só por causa do carnaval? Se ligue!!! O povo só quer é fuque-fuque-fuque e o resto que se fuque-fuque-fuque, oras! E nem venham me chamar de machista: eu falei que vamos criar puteiros, sim, mas eu não disse que serão puteiros só para os homens, não! Teremos também os puteiros para as mulheres, com os mais lindos, fortões e galanteadores homens que conseguirmos importar (até porque aqui não se acha ninguém assim, exceto eu, claro!). E vamos ter um puteiro diferente para cada tipo de gosto feminino: um mais comportado, para as virgens, donas de casa, mães de família e senhoras da sociedade, e outro mais arrojado, para as independentes, liberais e feministas. Para os homens não vai haver segmentação porque homem é tudo igual: basta uma mulher dar uma piscadinha que ele já sai uivando pra lua e subindo pelas paredes.

Espero, então, nobre leitor, estimada leitora, contar com o seu voto. Ou você vai perder tempo de novo com quem fica falando sobre aumentar o número de postos de saúde? Nada de desperdiçarmos dinheiro público!


Comentários

AO VIVO
AM
00:00 às 05:00 Rede Milícia da Imaculada Rede Milícia Sat
FM
00:00 às 04:00 Najuá Night Club Programação Najuá