Notícias Irati e Região

18/07/18 - 13h30 - atualizada em 18/07/18 às 13h49

Rodeio evidencia força do tradicionalismo em Irati

30º Rodeio Crioulo de Integração aconteceu no último final de semana

Assessoria da PMI


O 30º Rodeio Crioulo de Integração, que transcorreu no último final de semana, deixou evidente a força do tradicionalismo gaúcho e o espírito de confraternização dos CTGs que compareceram à festa. Mais uma vez, toda a área do Centro de Tradições Willy Laars, de aproximadamente 140.000 m², foi tomada pelo público visitante e local, e também pelos acampamentos dos tradicionalistas.

A exemplo do ano passado, em que prevaleceu o tempo firme e ensolarado, o número de público circulante, somados os três dias da festa campeira, manteve-se na média de 80 mil pessoas.

PUBLICIDADE

Lírio Portes, de São Mateus do Sul, ex-presidente do MTG Paraná, enviou mensagem de congratulações ao prefeito Jorge Derbli, pelo êxito e organização do Rodeio 2018. “Quero parabenizar você como grande organizador desta festa, pela belíssima equipe de trabalho que tem, e que realizou o maior rodeio de Irati de todos os tempos”, citou Portes. O tradicionalista também enalteceu a valorização do espaço do CT Willy Laars para os CTGs, restringindo o camping para não integrantes dos movimentos gaúchos.

Mais inscritos na artística

Para Marcelo de Ávila Francos, coordenador da parte artística do rodeio, “o grande destaque foi o aumento do número de inscritos em todas as categorias, em relação ao ano anterior. Foram mais de 1.000 inscritos, o que movimentou cerca de 2.500 participantes. Mas também, as provas artísticas mostraram um novo patamar de qualidade, com apresentações de alto nível”. Francos também destaca a “grande presença de público durante as apresentações, principalmente no domingo (15), em que em certo momento, havia não menos que 3.000 pessoas assistindo aos números”.


O coordenador artístico também enaltece a iniciativa da Administração Municipal em apoiar a transmissão ao vivo das invernadas, nos links disponíveis no Facebook da Prefeitura e do Canal Arte Campeira, muito acessados pelos internautas. Élcio José Brandalize, da BrandVideo, responsável pela filmagem e transmissão da pista da campeira e dos três palcos da artística, avalia que só no Youtube a visualização chegou a 150.000 espectadores.

Também foi de grande impacto emocional o show de Mano Lima que tomou as dependências do palco principal das invernadas artísticas, e obrigou fãs e apreciadores do artista a permanecerem na parte externa.

PUBLICIDADE

O prefeito Jorge Derbli, um dos entusiastas dos valores tradicionalistas, no pronunciamento da cerimônia de 111 anos de Irati, na manhã de domingo (15), agradeceu ao trabalho de cada funcionário, colaborador e voluntário e fez menção especial sobre o potencial das equipes da artística. “Já no ano passado, comentei com o Marcelo de Ávila Francos, que só iríamos participar ativamente do rodeio, se voltássemos a ter as provas artísticas e o resultado está aí. Um trabalho levado a sério e apresentações que emocionam pelo profissionalismo e competência das equipes. Rodeio é principalmente arte”, declarou Derbli.

Campeiras em tempo recorde

Ederson Luiz Campos, o Edinho, foi o coordenador das provas campeiras do rodeio, e também se mostrou bastante entusiasmado com os resultados. “Neste rodeio, com um número de 180 equipes e 80 CTGs, batemos o recorde em horário. A categoria equipes acabou às 17h30, e o rodeio em geral terminou às 20h30 do domingo (15). No ano de 2017, o rodeio finalizou 22h30”, comparou Edinho. “Sem dúvida, foi um tempo recorde, pelo número de laçadores”, comemorou. Na sua opinião a qualidade do gado e a competência dos narradores também somaram para a agilidade do rodeio.

Em número de laçadores a edição deste ano também foi bem concorrida. Na sexta-feira (13), foram 317 laçadores na Vaca Gorda, e mais 45 equipes no Laço Troféu Cidade de Irati.


O sábado (14) contou com 51 grupos no Laço Trio, 685 laçadores no Laço Equipe, 40 no Laço Guri e 100 mulheres no Laço Prenda.

“Recebi muitos elogios pela organização do rodeio de muitos patrões de outras cidades, e também do coordenador da 6ª Região Tradicionalista, Fabiano Bueno”, comentou o coordenador. Para ele, também teve peso significativo a não liberação do camping conhecido por “inferninho”. Para ele “ficou bem melhor para quem veio acampar, as famílias tradicionalistas puderam dormir e aproveitar a festa tranquilamente”.

PUBLICIDADE

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Luís Antonio Andreassa, o Ico, manifestou seu contentamento com a organização do evento. “Só temos a agradecer a todos que colaboraram com a gente, e contribuíram para este grande sucesso em todos os setores: artesanato, os palcos das artísticas sempre lotados, nos espaços externos uma imensidão de gente, e todos muito bem recepcionados e satisfeitos”.

Fotos aéreas: Cesar Delong

Demais fotos: Comunicação Prefeitura

Comentários

AO VIVO
AM
00:00 às 05:00 Rede Milícia da Imaculada Rede Milícia Sat
FM
00:00 às 04:00 Najuá Night Club Programação Najuá