Notícias Irati e Região

02/02/19 - 13h51 - atualizada em 02/02/19 às 14h04

Rio Azul investe em moradias urbanas e rurais

Deficit habitacional está sendo reduzido graças a parcerias do Município com o Governo do Paraná

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub. Fotos: Felipe Cheremeta

“Estamos conseguindo atender a ambas as demandas, tanto no interior, quanto na cidade, ao mesmo tempo. Através da parceria com a Cohapar [Companhia de Habitação do Paraná], estamos conseguindo liberar várias casas, que estavam travadas, como o conjunto habitacional no antigo CTG, que ficou parado na gestão passada, conseguimos e já estamos quase na metade. São 103 casas que estão sendo construídas na área urbana”, comemora o prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda (PSDB).

Outras 34 residências estão em processo de licitação, pelo antigo programa Família Paranaense. Esses imóveis também serão construídos na área urbana.

“Na área rural, já foram entregues 29 casas que estavam num projeto da época que meu pai [Vicente Solda] era prefeito [2009-2012], mas que não estava sendo dado o andamento. Conseguimos concluí-las e assinamos mais 32, para os próximos anos, através da Cohapar”, acrescenta.

PUBLICIDADE

Na visão de Solda, o investimento em habitação é o mais complexo, mas o que mais se reverte em um serviço público que atende às famílias como um todo, “porque atende tanto aos pais, trabalhadores, que geram renda e impostos para o município, quanto os futuros, que são as crianças, os estudantes, que vão ter segurança para habitar uma casa adequada”, avalia.

Para quem mora na área rural, o cadastro para novas moradias pode ser feito junto a um setor da Assistência Social ligado à Emater e à Secretaria de Agricultura, que fazem o procedimento anualmente e listam a demanda por habitações rurais. “Tem que atender, em específico, aos critérios de produtores rurais: Bloco de Nota de Produtor; justificar as rendas; uma prestação da vida financeira e contábil dessa pessoa para mostrar que ela está apta a receber a casa”, explica Rodrigo Solda.

PUBLICIDADE

“Apesar de serem vários programas, hoje existe um critério a mais: que uma mesma família não seja beneficiada duas vezes”, emenda o prefeito. “Há um cadastro único, que abrange o Brasil inteiro, para que cada um tenha, uma vez na vida, o direito de ter uma moradia digna, para as pessoas de baixa renda, que precisam de um amparo do Estado”, diz.

Solda destaca que Rio Azul também está recebendo investimentos em habitação da iniciativa privada, pois há três projetos de loteamentos, o que, por sua vez, também demanda algum investimento municipal, como os manilhamentos para a extensão das galerias para escoamento de águas pluviais e drenagem.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá

Comentários

AO VIVO
AM
15:00 às 19:30 Jornadas Esportivas Equipe da Verdade
FM
16:30 às 20:00 Variadão Najuá Programação Najuá