Notícias Irati e Região

21/09/11 - 10h16 - atualizada em 28/09/11 às 00h27

R$ 400 mil que iria para Clínica Renal será usado em outras obras da Santa Casa

Depois de anunciada pela prefeitura a antecipação de R$ 250 mil para ampliação do prédio onde está instalada a Clínica Renal Iraty que atende pacientes em tratamento de hemodiálise na região, o diretor da 4ª Regional de Saúde disse que verba do estado destinada para este investimento em 2012, R$ 400 mil, será redirecionada para outras obras da Santa Casa
Marli Traple


Investimento de R$ 400 mil, será redirecionada para outras obras da Santa Casa, diz o chefe da 4ª Regional de Saúde, João Almeida
Depois do anúncio feito pelo prefeito Sérgio Stoklos sobre a injeção de R$ 250 mil do erário iratiense para ampliação do prédio anexo à Santa Casa, onde está instalada a Clínica Renal Iraty, empresa terceirizada que realiza tratamentos de hemodiálise pelo Sistema Único de Saúde – SUS, o diretor da 4ª Regional de Saúde, João Antônio de Almeida Junior, disse em entrevista à Rádio Najuá que a posição do estado agora vai ser de aguardar que a obra seja realizada. O dinheiro que, segundo ele, estava reservado para investimentos neste setor no orçamento estadual de 2012, será redirecionado para outras obras da Santa Casa.


João contou que a necessidade de ampliação do espaço físico onde os pacientes em tratamento de hemodiálise são atendidos já havia sido solicitada ao governo do estado. “Hoje a clínica atingiu o “pico” dela [clínica]. Quando assumimos a direção da regional, nos reunimos com o diretor da clínica para nos inteirar sobre a situação da clínica. Esta ampliação já se arrasta há algum tempo, nós analisamos projetos antigos”. Segundo ele, por necessidade do próprio tipo de atendimento, a Clínica deve estar localizada próxima de um hospital, “no caso de precisar de um atendimento hospitalar de emergência”, por isso a proximidade com a Santa Casa. Mas o problema apontado pelo diretor é que a Santa Casa não tem espaço territorial para ampliar construções porque a região já é totalmente habitada com residências. “O terreno onde está a Clínica são os últimos espaços vazios, temos que pensar em uma obra edificada em pavimentos com andares”.


Na avaliação do governo estadual, o valor de R$ 250 mil seria insuficiente para fazer a obra devido à necessidade de fundação para subir andares. “Calcula-se que seriam gastos R$ 400 mil para execução deste projeto [que atenda este requisito]”. Na conversa com o Dr. Paulo Fraxino, responsável pela Clínica Renal, João explicou a dificuldade do governador Beto Richa em trabalhar com o orçamento de 2011 que foi elaborado pelo governo anterior que deixou em caixa apenas R$ 51 mil para ser usado investimento em obras no setor de Saúde em todo o estado, mas que já havia previsão de que o projeto iria ser orçado para 2012. Este valor seria usado para ampliação física, uma vez que todos os equipamentos da Clínica são de propriedade particular e não da Santa Casa. “O Dr. Fraxino se comprometeu em adquirir mais equipamentos para dobrar o número de atendimentos que hoje é de 72 pacientes”.


Almeida se disse surpreso com o anúncio feito por Stoklos durante uma reunião realizada na Associação dos Municípios do Centro-Sul do Paraná – AMCESPAR. “Nós tínhamos todo o encaminhamento para essa construção, mas como a prefeitura falou que vai bancar o projeto, agora vamos esperar. Conforme falou o prefeito, as obras serão iniciadas ainda este ano. Em quanto isso, nós apoiaremos outras necessidades da Santa Casa relocando os R$ 400 mil para outros investimentos” – explicou. 
   


Comentários

AO VIVO
AM
05:00 às 10:00 Domingo Sertanejo Edson Luís
FM
05:00 às 08:00 Domingo Sertanejo Julinho