Notícias Irati e Região

13/11/19 - 22h39 - atualizada em 13/11/19 às 23h12

Programa Municipal de Atração de Investimentos é lançado em Irati

Iniciativa resulta de parceria entre a Agência Paraná de Desenvolvimento e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico

Da Redação, com reportagem de Rodrigo Zub 

Economista e professor Jean Carlos Albertini apresentou alguns dados econômicos de Irati em evento realizado na Câmara Municipal no dia 7

O Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), que pretende levantar quais são as vocações econômicas do município e estudar as potencialidades de Irati, foi lançado na última quinta-feira (7). A iniciativa resulta de parceria entre a Agência Paraná de Desenvolvimento e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

“Hoje, os grandes investimentos, as grandes empresas, multinacionais, vêm através do Estado, da Agência Paraná de Desenvolvimento. Isso faz com que possamos ter esse vínculo com o Estado para que possamos colocar Irati na ‘prateleira’ de possíveis futuros investimentos”, comenta o secretário Emiliano Gomes. Segundo ele, se o município não se inserir no contexto nacional e internacional, através da Agência, dificilmente conseguirá atrair investimentos.

O PMAI se dividirá em três fases: a primeira, de análise e estudo do município; a segunda, com diagnóstico socioeconômico e produtivo, workshop de mapeamento de demandas e gargalos e plano de ação e a terceira, um plano de prospecção e assessoramento na implantação dos projetos e atendimentos a investidores. Esse mapeamento que deve levar entre cinco e oito meses. “Esse trabalho terá que ocorrer tanto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico quanto com a Associação Comercial (ACIAI) e os grupos, os ecossistemas. Temos o Comitê Gestor, as Câmaras Temáticas de Trabalho, que vão cooperar para criar o ambiente favorável para o negócio”, detalha Emiliano.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

O secretário ressalta que o Estado considera muito a relação entre oferta e demanda antes de recomendar os municípios para direcionar os investimentos. “Eles têm essa visão macro e daí conseguem enxergar, nesse ponto, as parcerias que podem surgir”, explica.

No lançamento do PMAI, já foram apresentados alguns dados econômicos do município de Irati e do entorno, num raio de 50, 100 e 200 km; além das vocações econômicas e da participação, em porcentagem, da agricultura, do comércio e indústria. Na oportunidade, também foi trazido um “questionário de percepção”, que será distribuído entre os membros dos grupos de desenvolvimento, para que seja realizada uma pré-avaliação de percepção do ambiente. “São 150 perguntas que serão filtradas pela equipe de desenvolvimento técnico e econômico da Paraná Desenvolvimento”, acrescenta.

“Além de garantir a segurança do investidor, o programa auxilia na melhoria do ambiente de negócios do município e de sua gestão, tornando mais atrativo e eficiente. Eles [da Agência Paraná de Desenvolvimento] devem estar em Irati a cada duas ou três semanas para passar esse cronograma de trabalho e alimentarmos esse programa”, conclui o secretário.

Foram apresentados dados sobre a participação da agricultura, comércio e indústria no desenvolvimento da cidade

Comentários

AO VIVO
AM
10:00 às 11:00 Experiência de Deus Padre Reginaldo Manzotti
FM
09:00 às 11:30 Sintonia Máxima Nilton Luy