Notícias Irati e Região

08/01/20 - 11h28 - atualizada em 09/01/20 às 11h13

Ligação de Rebouças à PR-364 será maior investimento da história de Rebouças, diz Zak

Pavimentação de trecho de 12,6km deve custar de R$ 25 milhões a R$ 30 milhões, estima o prefeito
Da redação, com reportagem de Paulo Henrique Sava

Prefeito de Rebouças, Luiz Everaldo Zak, diz que investimento na estrada que liga a sede à rodovia PR 364 será o maior da história do município

Em dezembro, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior sancionou a lei 20107/2019, oriunda do projeto de lei 936/2019, que autoriza o Executivo a estadualizar a rodovia que liga a PR-364 ao município de Rebouças, na comunidade rural do Marmeleiro, com final na entrada do município. Toda a extensão da rodovia a ser estadualizada, de 12,6km, será pavimentada. A faixa de domínio deverá ter largura mínima de 25 metros e será doada ao Estado do Paraná.

A estimativa é de que a obra custe entre R$ 25 milhões a R$ 30 milhões, montante que, aos olhos do prefeito de Rebouças, Luiz Everaldo Zak, representam o maior investimento já feito em toda a história do município. 

“É uma enorme conquista a estadualização da estrada que liga a cidade de Rebouças à PR-364 na altura do Marmeleiro. São 12,6 km de estradas que eram municipais e agora passam a ser estaduais. Por isso, agora é possível usar o saldo da estrada Irati – São Mateus para que possamos pavimentar esse trecho, garantindo o acesso à cidade de Rebouças”, avalia o prefeito Luiz Everaldo Zak.

Receba notícias pelo WhatsApp, envie SIM por aqui 

Conforme o prefeito, a estadualização e pavimentação da estrada põem fim ao temor do comércio local de que, com a ligação entre Irati e São Mateus do Sul, o volume de vendas caísse drasticamente, porque a cidade ficaria isolada pelo “desvio” produzido pela rodovia PR-364. “Já temos uma perda considerável no nosso comércio em função de estar perto de Irati, que é uma cidade polo, uma cidade maior. Temos algumas vantagens, tiramos algum proveito das empresas, das indústrias de Irati, mas temos essa desvantagem enorme em relação ao comércio. Essa estadualização é o passo fundamental para que se façam os projetos de engenharia e, em seguida, sejam licitados os projetos da pavimentação daqui até o Marmeleiro. Acredito que todo nosso povo está muito feliz e contente, assim como eu, os vereadores e outras lideranças políticas e empresariais”, diz.

Zak ressalta que o progresso de uma cidade depende da infraestrutura que existe nela e em seu entorno. “Agora, temos que realizar o sonho da efetivação das obras. Vamos correr atrás, não vamos descansar e vamos entrar toda semana em contato com o secretário [de Infraestrutura e Logística] Sandro Alex, com o Brustolin [José Brustolin Neto], que é o diretor-geral na SEIL e que ajudou bastante nessa importante conquista. Vamos manter contato permanente com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, com os técnicos, para que se acelerem os trâmites. Sabemos que é grande a burocracia e que se gasta um grande tempo só com a parte interna de trâmite dos processos”, reforça.

PUBLICIDADE

Por enquanto, cabe à Prefeitura a manutenção do trecho. O Município assinou um documento em que se responsabiliza pela conservação da estrada de 12,6 km, entre a PR-364 e o município de Rebouças, até que ocorra a pavimentação, de modo a assegurar a trafegabilidade do trecho.

A previsão de entrega da obra ainda depende da elaboração dos projetos de pavimentação da futura rodovia estadual. “Acreditamos que, neste ano, ainda seja possível, ao menos, iniciar a licitação dessas obras. Vai depender do andamento do projeto técnico que será elaborado para fazer a obra”, conclui.

A partir da publicação da lei, em 19 de dezembro, passou a correr o prazo de 36 meses para que o município de Rebouças proceda a efetiva doação das áreas que compõem a faixa de domínio da rodovia ao Estado do Paraná. Nesse prazo, deve ser efetuada a lavratura da escritura pública e a respectiva transcrição junto ao Cartório de Registros de Bens Imóveis. Do contrário a estrada volta à jurisdição municipal.

Comentários

AO VIVO
AM
05:00 às 08:00 Canta Viola e Polícia é Notícia Tadeu Stefaniak
FM
05:00 às 08:00 Desperta Irati Amilton Ferreira