Notícias Irati e Região

20/08/11 - 16h40 - atualizada em 21/08/11 às 11h27

Bastante emocionados, futuros moradores do Conjunto Habitacional Joaquim Zarpelon falam sobre o sonho da casa própria

"Muita emoção, esperei por muitos anos para conseguir uma casa. Já tive várias chances, mas não consegui. Hoje foi a primeira e estou muito feliz. Já nem almocei de emoção. É a melhor coisa que Deus pode dar pra gente”, disse Eliana de Lara, uma das contempladas pelo projeto "Minha Casa Minha Vida", da Vila São João.
Rodrigo Zub

O pavilhão do Parque Aquático de Irati estava lotado na tarde de ontem. Mas não era para acompanhar nenhum evento esportivo, muito menos uma atração musical. As pessoas que estiveram no local estavam lá para participar do sorteio das residências referentes ao programa “Minha Casa Minha Vida”.

Ao todo, 296 famílias foram contempladas e receberam a documentação das residências do Conjunto Habitacional Joaquim Zarpelon, da Vila São João, construídas pela Construtora Sedro de Irati.

Casal Bráz Ferreira e Geni Aparecida que foram contemplados com uma unidade no conjunto habitacional

No rosto das pessoas, era fácil perceber um misto de emoção e alegria. O sonho de ter sua casa própria para pessoas que nunca imaginaram que conseguiriam deixar o aluguel é um presente que veio de Deus. Esta é a realidade de muitas pessoas como o casal Bráz Ferreira e Geni Aparecida, moradores do bairro DER que pagavam aluguel de R$ 200 e moravam em uma área com risco de alagamento. Diante de tanto sofrimento, surge o sentimento de felicidade de poder ter uma residência fixa para viver no aconchego de sua família. “A gente fica muito contente, porque o aluguel é pesado e brabo. Pra mim é importante esta casa porque nós moramos na beira do rio e já estamos quase inundados dentro do rio. Vou estar na minha casa melhora 100%”, comemora Bráz.

Em entrevista ao repórter Tadeu Stefaniak, podemos notar a emoção destas famílias que depois de muita luta, dedicação e força de vontade conquistaram o sonho de ter sua casa própria. “Muita emoção, esperei por muitos anos para conseguir uma casa. Já tive várias chances, mas não consegui. Hoje foi a primeira e estou muito feliz. Já nem almocei de emoção. É a melhor coisa que Deus pode dar pra gente”, diz emocionada Eliana de Lara, moradora do Bairro Floresta que recebeu os documentos de sua nova casa das mãos do diretor da Construtora Sedro, Sandro Podegurski.

Entrega das casas deverá ocorrer no dia 7 de setembro

Segundo Podegurski, antes da entrega definitiva das casas haverá uma vistoria que cada morador irá realizar nos próximos dias em suas respectivas casas, para que sejam testados todos os itens de segurança de suas residências.

“Nesta vistoria a pessoa irá verificar com os funcionários da construtora se tudo estará funcionando. Se a torneira funciona, o chuveiro esquenta, se as portas abrem e fecham. Será feito uma vistoria geral da casa, junto do representante da construtora”, explica o diretor da Construtora Sedro que tem sede em Irati.

Além da vistoria os moradores do conjunto habitacional irão receber um manual com todas as informações necessárias para que os mutuários saibam como proceder para manter as casas em perfeito estado de conservação.

“Nesse manual será explicado como se limpa a caixa d’ água, a frequência que isso deve ser feito, como é que faz para lubrificar alguma coisa, colocar um óleo na dobradiça da fechadura, de quanto em quanto tempo deve limpar a caixa de gordura da casa. Vamos entregar também uma planta com todos os produtos elétricos e hidráulicos da casa. Vamos supor que alguém já tenha condições de ampliar a casa, ele já estará sabendo onde está passando a fiação elétrica para fazer isso”, explica Podegurski.

Vale lembrar que provavelmente a entrega definitiva das 296 moradias será realizada no dia 7 de setembro, quando deverá ocorrer uma festa de inauguração para que sejam entregues as chaves aos futuros moradores.

Comentários

AO VIVO
FM
23:00 às 23:59 Najuá Night Club Programação Najuá