Notícias Irati e Região

18/10/19 - 17h11 - atualizada em 18/10/19 às 21h29

Audiência Pública e Caminhada com Piquenique Inclusivo acontecem neste sábado

Eventos têm objetivo de conscientizar a população iratiense sobre a importância da inclusão das pessoas com deficiência na sociedade

Paulo Henrique Sava, com informações da Agência Senado

Carla, Milene e Luiz Henrique fazem parte da organização do evento

O Grupo de Mães do Parquinho Inclusivo irá promover no próximo sábado, dia 19, uma Audiência Pública sobre Inclusão e Acessibilidade e a 1ª Caminhada com Piquenique Inclusivo em Irati. Os eventos serão realizados em parceria com as secretarias de Esporte, Lazer e Recreação e de Assistência Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Com Deficiência.  

A Audiência Pública terá início às 09 horas na Câmara de Irati e terá participação do triatleta José Rosa das Neves, paranaense que reside em Matinhos, no litoral do estado, e leva o seu filho Elkier, de seis anos, que nasceu com hidrocefalia e uma má formação na coluna, para todas as competições das quais participa. Neves irá contar um pouco da sua experiência de superação. 

No período da tarde, a partir das 14 horas, será realizada uma caminhada com saída em frente à Prefeitura, seguindo depois pela Avenida Vicente Machado até o Parque Aquático, onde será feito um piquenique. Na oportunidade, também será inaugurado o parquinho inclusivo, que já está com dois dos quatro brinquedos adaptados já instalados.

Milene Padilha Galvão, uma das coordenadoras das atividades, comenta que o principal objetivo é conscientizar a população sobre as dificuldades e a importância da inclusão das pessoas com deficiência na sociedade. “A população precisa “abrir a mente” e mesmo as mães que tem seus filhos com deficiência não devem ter medo do julgamento da sociedade”, comentou.

PUBLICIDADE

Luiz Henrique Palavicini, representante da Secretaria de Assistência Social, comenta que a participação da comunidade neste evento será importante para que sejam implantadas políticas públicas que transformem a vida das pessoas com deficiência. “Precisamos pensar a inclusão da sociedade na vida destas pessoas. Quem não tem deficiência não visualiza as dificuldades que os deficientes passam não somente na infraestrutura, mas também com todo um preconceito social que é criado sobre uma dificuldade de acesso à educação, à saúde. Sabemos que é difícil conquistar estes direitos, pois a Lei Brasileira de Inclusão (Estatuto da Pessoa com Deficiência) é de 2015 e estamos em fase de implantação e melhorias desta lei na sociedade”, frisou.  

Milene comenta que o novo parquinho e o evento devem ajudar a fazer com que a sociedade comece a deixar de ver a inclusão como um “tabu”. “Temos que ter o olhar da inclusão porque todos somos diferentes. Que possamos fazer parte deste processo e que a cidade compartilhe a ideia e abrace a causa”, finalizou Milene.

Estatuto da Pessoa com Deficiência

O Estatuto da Pessoa com Deficiência entrou em vigor em janeiro de 2016. A lei tem como objetivo “afirmar a autonomia e a capacidade destes cidadãos para exercerem atos da vida civil em condições de igualdade com as demais pessoas”. As áreas de educação, saúde, trabalho, assistência social, esporte, previdência e transporte estão inclusas no Estatuto.

Em caso de desrespeito às normas de acessibilidade, o prefeito do município poderá ser denunciado ao Ministério Público e sofrer processo de impeachment. Além disso, pessoas que cometerem discriminação, abandono ou exclusão contra um deficiente podem ser condenadas a uma pena de 1 a 3 anos de prisão e ao pagamento de uma multa.

Comentários

AO VIVO
AM
15:00 às 19:30 Jornadas Esportivas Equipe da Verdade
FM
16:30 às 20:00 Variadão Najuá Programação Najuá