Irati de Todos Nós Matérias

23/12/19 - 10h52 - atualizada em 23/12/19 às 11h04

Bairro Choma surgiu a partir de funcionamento de madeireira

Empresa FV de Araújo funciona no espaço onde estava instalada madeireira Choma. Confira mais curiosidades sobre o bairro Choma na crônica de Dagoberto Waydzik

Dagoberto Waydzik/Engenheiro Civil

Foto da antiga Madeireira Choma. Atualmente, empresa FV de Araújo está instalada no espaço

O ciclo da madeira influenciou e povoou consideravelmente a cidade de Irati e as cidades do sul do Paraná.

“O Ciclo da Madeira aconteceu entre os séculos XIX e XX. Nessa época, as florestas começaram a ser derrubadas para a venda de troncos. A matéria-prima era extraída primeiramente do litoral. Com a ligação rodoviária e ferroviária entre o planalto e a região litorânea foi que a floresta de Araucária passou a ser explorada como uma atividade econômica”, como explica o coordenador Estadual de Produção Vegetal do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural, Amauri Ferreira Pinto.

O novo ciclo atraiu os ingleses, que organizaram o povoamento das áreas desmatadas. Vieram milhares de agricultores da Itália, Alemanha, Ucrânia, Suíça, Rússia, Japão e Polônia. “De lá para cá a derrubada de árvores mudou. Atualmente, a matéria-prima é plantada e as florestas nativas preservadas”, relatou Amauri durante entrevista na Rádio CBN de Curitiba, em 16 de maio de 2019.

O bairro Choma situa-se atrás da Madeireira F. Vieira de Araújo, antiga Madeireira Choma, ao lado da alameda Virgílio Moreira. Trata-se de um pequeno bairro, com casas simples, distante 2,2 km do centro da cidade. Divisa com o Loteamento São Francisco, com o terreno da empresa F. Vieira de Araújo, a estrada de ferro e aos fundos com o bairro Canisianas.

Segundo relato de Pedro Choma Neto, o Neto, filho do falecido industrial Pedro Choma Junior, conhecido como seu Pedrinho, a história do Bairro Choma confunde-se com a fundação da Madeireira Choma, de propriedade de seu pai.

Narra Neto Choma que no final da década de 60, o senhor Pedro Choma Junior adquiriu terras da Família Havreluk, no local chamado Nhapindazal, na chamada curva do Fillus. As terras eram contíguas a dita “Estratégica”, saída da cidade de Irati para Curitiba, atualmente a Alameda Virgilio Moreira.

CLIQUE AQUI E RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS PELO WHATSAPP

PUBLICIDADE

Diz, ainda, que na década de 60, a partir da Volkswagen [antiga sede da empresa Servopa], sentido Curitiba, não existia pavimentação asfáltica, tampouco energia elétrica. Em 1970, seu Pedrinho adquiriu um maquinário de serraria do senhor Buzo, que tinha a indústria na Rua XV de Novembro ao lado do prédio da Saúde Pública, pois infelizmente, o local sofreu um incêndio.

Para o início do empreendimento, seu Pedrinho Choma, contratou os irmãos Keller, para a construção da pequena serraria que seria denominada: Serraria Choma. Na gerência estava o experiente senhor Félix Keller, que cuidava das máquinas, com várias polias de madeira e correias de couro e acionadas através da energia de motor diesel, visto que não havia energia elétrica.

Os primeiros trabalhadores da Serraria Choma foram: Eugenio Havreluk, Alfredo Delfrat, Joel Gomes Teixeira, Adão Grenteski, Pedro Tiopeck, Marquiano Kulich, João Munhoz, Julio Sabick, Tadeu Kurdislowki, Ledovino Machado, Altevir Rodrigues, João Menon, Basilio Strujack, Durvalino Machado, Lucio Dwornakievcz, dentre outros.

Uma ação que essa empresa fazia, anualmente, era o feitio dos espetos de madeira para churrasco da festa anual da Igreja Ucraniana.

Com o advento da serraria surgiu um pequeno núcleo de casas, onde moravam muitos funcionários da empresa e que foi batizado com Bairro Choma.

As ruas do bairro são: rua Justina Stanczyk de Castro, rua Dr. Antonio Gomes da Luz, Deputado Nicanor V. e Souza, Nestor Clair, Joaquim de Paula Neves e Albino Grigoletti.

A empresa manteve-se ativa até o início dos anos 90, quando foi adquirida pela empresa Francisco Vieira de Araújo S. A., que se encontra em atividade até os dias atuais.

A Madeireira Choma cumpriu seu papel na economia de Irati. Não mais existe, porém, o bairro Choma permanece até hoje.


Comentários

AO VIVO
AM
09:00 às 10:00 Espaço Cidadão Paulo Sava
FM
09:00 às 11:30 Sintonia Máxima Anderson Harmuch