Esportes Futebol

18/05/17 - 20h06 - atualizada em 19/05/17 às 18h31

Sem jogos há um mês, atletas começam a deixar o Iraty

Baixas no elenco começaram, pois quatro jogadores já tinham acertado compromissos para o segundo semestre

Edilson Kernicki, com reportagem de Ademar Bettes e Tadeu Stefaniak 

PUBLICIDADE
A paralisação dos jogos do Grupo A da 2ª Divisão do Campeonato Paranaense, o qual faz parte o Iraty, diante do recurso impetrado pelo Grêmio Maringá contra o Portuguesa Londrinense já começa a apresentar efeitos negativos: jogadores do Azulão começam a deixar o elenco. As primeiras baixas foram o zagueiro Anderson; o lateral-esquerdo e zagueiro Julemar; o meio-campista Ricardinho e o lateral-direito Carlinhos. Todos possuíam acordos com outros clubes para o segundo semestre de 2017, quando o campeonato já teria sido encerrado.

Além do Iraty Sport Club, Portuguesa Londrinense, União, e Operário não jogam desde o dia 16 de abril.Neste domingo (21), pela tabela original, seria disputada a 2ª rodada do 2º turno da 2ª fase; porém, o 1º turno sequer começou.

PUBLICIDADE
Enquanto isso, o Grupo B – que conta com as participações do Maringá, Paranavaí, Cascavel e Andraus – já está na 2ª rodada do returno. O Maringá lidera a disputa com 10 pontos. O Paranavaí vem logo atrás, com 8 pontos. Cascavel continua em 3º, com 4 pontos e Andraus na lanterna, sem pontos.

Os jogos permanecem suspensos, pois o Grêmio Maringá obteve liminar que determina que os jogos só voltem a ocorrer com o trânsito em julgado, isto é, com a decisão em última instância, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A tendência é que o julgamento do caso pelo STJD demore ainda mais duas semanas, o que gera apreensão entre os jogadores do Iraty.

“Nossa situação é bastante complicada, porque os jogadores são, todos eles, praticamente voluntários, não têm nenhum tipo de ganho. Então é difícil segurar o jogador aqui dessa forma. Mas estamos conversando e estamos tentando fazer com que entendam e aguardem a definição desse julgamento”, observa o treinador Play de Freitas.

Conforme ele, o planejamento inicial era o de que mesmo os jogadores com compromissos com outros clubes permaneceriam até a final do Campeonato Paranaense – 2ª Divisão, previsto para o dia 7 de junho. A participação no campeonato serviria até como preparação, treinamento e manutenção de condicionamento físico para esses atletas.

“Diante desse problema que surgiu, alguns têm que continuar com seus compromissos e, infelizmente, teremos que ceder e liberar alguns atletas”, acrescenta Play.

Grêmio Maringá x Lusa

O Grêmio Maringá recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na sexta passada (12), último dia do prazo previsto para que o clube se manifestasse contra a decisão do TJD-PR, que absolveu duas vezes a Portuguesa Londrinense da acusação de ter escalado irregularmente o atleta Lucas, na primeira rodada da segundona, justamente contra o Iraty.

O pedido do Grêmio Maringá, que foi desclassificado do campeonato, em 9º lugar, com sete pontos, é para que a Portuguesa Londrinense – 8º lugar na 1ª fase, com oito pontos – perca quatro pontos pela suposta escalação irregular do jogador. Com isso, o Grêmio Maringá se classificaria e a “Lusinha” seria rebaixada.

Lateral Carlinhos foi titular do Iraty em boa parte da competição. No jogo contra o União, lateral marcou o primeiro gol da vitória do Azulão


Comentários

AO VIVO
AM
08:00 às 09:00 Rádio Negócios Amilton Ferreira
FM
08:00 às 08:40 Café com Notícias Paulo Sava e Rodrigo Zub