Esportes Futebol

04/12/17 - 11h46 - atualizada em 04/12/17 às 14h59

Reboucense conquista título do Campeonato Amador depois de 25 anos

Maicon marcou o gol do título do time reboucense aos 43 minutos do 2º tempo no confronto decisivo contra o Taquari, que brigava pelo tricampeonato

Rodrigo Zub

C.A.Reboucense conquistou título do Campeonato Amador após 25 anos
Maicon aos 43 minutos do segundo tempo fez o gol que tirou o Clube Atlético Reboucense da “fila” de 25 anos sem conquistar o título do Campeonato Amador da Liga Iratiense de Futebol. O time de Rebouças se sagrou campeão ao vencer o Taquari, por 1 a 0, no estádio Manoel de Andrade, na localidade de Taquari dos Ribeiros, no interior de Rio Azul, no jogo de volta da final disputado na tarde de domingo, 3.

Confira mais fotos da partida no fim do texto

Como o duelo de ida da decisão terminou empatado por 1 a 1, o Clube Atlético Reboucense comemorou o primeiro título da competição desde 1992. Já o Taquari perdeu a chance de ser tricampeão após conquistar o título nos anos de 2015 e 2016.

Curiosamente, os três últimos campeões do Amador levantaram a taça jogando a partida decisiva fora de casa. O Reboucense repetiu o feito do Taquari nos dois últimos anos. O time do interior de Rio Azul foi campeão atuando como visitante nas finais contra Valinhos e o próprio Clube Atlético Reboucense, que deu o troco neste ano.

PUBLICIDADE
O time da Vila Maria foi o último representante de Rebouças que havia conquistado o título do Campeonato Amador em 2012. Na decisão da competição, o time reboucense venceu o Transportes Dusanoski/Mercado Hrinczuk, de Rio Azul, por 1 a 0, com um gol marcado nos instantes finais da segunda partida da final algo semelhante o que ocorreu neste domingo, 3, na localidade de Taquari dos Ribeiros.

Gilsinho se destaca no primeiro tempo com grandes defesas

Após amargar dois vice-campeonatos nas competições organizadas pela Liga Iratiense de Futebol (Campeonato Amador e Copa Folha de Irati), o Clube Atlético Reboucense entrou em campo disposto em dar o troco no Taquari, que foi algoz do time comandado por Charles em 2016. Com mais posse de bola, o Clube Atlético Reboucense tomou a iniciativa do jogo e criou as principais chances de gol no primeiro tempo. O goleiro Gilsinho, do Taquari, foi o destaque da primeira etapa com três grandes defesas. Ele fez boas intervenções em duas finalizações de Russo e uma de Peterson.

Os donos da casa ameaçaram o goleiro Alexandre em algumas bolas levantadas na área e também em chutes de fora da área. Foi dessa forma que o volante Erick acertou a trave do Clube Atlético Reboucense, aos 46 minutos do primeiro tempo.

Taquari perdeu a chance de conquistar o tricampeonato da competição
O Taquari perdeu um de seus principais jogadores ainda na etapa inicial. Neguinho sofreu uma contusão e foi substituído por William.

Gol no fim do jogo define título do Reboucense

Na segunda etapa, o time visitante seguiu pressionando em busca do primeiro gol, mas continuou esbarrando na grande atuação do goleiro Gilsinho, que fez boas defesas.

O jogo se encaminhava para a decisão nos pênaltis com o empate sem gols no segundo confronto da final da competição. Porém, o Clube Atlético Reboucense insistiu e conseguiu o gol decisivo faltando dois minutos para o fim da partida. Maicon, um dos remanescentes do time que perdeu o título da Copa Folha de Irati no primeiro semestre para o Gedequim, conseguiu vencer o goleiro Gilsinho e marcou o gol da vitória do Reboucense, aos 43 minutos do segundo tempo.

Cerimônia de premiação

Grande público acompanhou a partida decisiva do Campeonato Amador no interior de Rio Azul
Após a partida foi realizada a cerimônia de premiação do Campeonato Amador, que contou com a participação de Epaminondas Braz Martins (patrono da competição). Também estiveram presentes o presidente da Liga Iratiense de Futebol, Roni Surek, o prefeito de Rebouças, Luiz Everaldo Zak, o chefe de gabinete da prefeitura de Rio Azul, Geraldo Moraes, representando o prefeito de Rio Azul, Rodrigo Solda, além de vereadores dos municípios de Rio Azul e Rebouças.

Campeão do Amador, o Clube Atlético Reboucense recebeu a quantia de R$ 5 mil. Já o Taquari ganhou R$ 2 mil. O goleiro Alexandre, do Clube Atlético Reboucense, sofreu apenas oito gols e foi o menos vazado na competição. O Reboucense ainda ficou com o troféu disciplina ao receber apenas 19 cartões amarelos e dois vermelhos durante a competição. Elói, do Independente, foi o artilheiro com dez gols. Durante a competição foram distribuídos 141 cartões amarelos e 26 vermelhos. O Campeonato Amador deste ano teve a participação de nove times: Clube Atlético Reboucense, Taquari, Independente, SENE, Mallet, Juventude do Marumbi dos Elias, Clube Atlético Teixeira-Soarense (CAT), Falcão Nhapindazal e Clube Atlético da Vila.

Fotos: Roni Surek




Comentários