Esportes Futebol

22/12/18 - 17h02 - atualizada em 22/12/18 às 17h09

Liga Iratiense de Futebol responde reclamações do Independente

Time de Rio Azul criticou escalação de árbitro e de horário da partida semifinal, em que foi eliminado

Edilson Kernicki, com reportagem de Rodrigo Zub e Paulo Henrique Sava

Isis Azevedo- Presidente da Liga Iratiense de Futebol

A presidente da Liga Iratiense de Futebol, Isis Azevedo, respondeu às críticas manifestadas pela direção do Independente Esporte Clube, quanto à organização do Campeonato Amador. Eliminado pelo Atlético Reboucense na semifinal, o time rio-azulense reclamou do horário marcado para o jogo de volta da semifinal contra o Atlético Reboucense, 15h15 de um domingo, entre um jogo do Sub-17 e um do Varzeano de Irati e da escalação de um árbitro que trabalha em Rebouças no confronto de ida da semifinal.

“Como era o Graxa [dirigente do Atlético Reboucense] o mandante do jogo, ele escolheria o campo onde poderia jogar. Ele entrou em contato – quero deixar bem claro. Não é a Liga quem escolhe. A Liga só vai interferir se não tiver um acordo ou se eles demorarem para decidir. Aí nós marcamos tal campo e tal horário. Se não, é o mandante quem vai escolher o campo. Ele entrou em contato com o Xoxolo [secretário de Esportes de Irati, Antonio Celso de Souza] e eles conversaram. Como seria um dia festivo, com a final do Varzeano, combinaram de fazer nesse horário. Eu não estava em Irati, mas fiquei sabendo que foram grandes jogos”, justifica.

Confira a entrevista completa da presidente da Liga Iratiense de Futebol no fim do texto    

De acordo com Isis, se o jogo fosse marcado para depois da partida do Varzeano, seria muito tarde, pois ainda seria necessário aguardar o término da cerimônia de premiação. “Quanto ao calor, se o Independente se sentiu prejudicado, foi do mesmo jeito para o Reboucense, eles tiveram condições iguais de jogo”, sustenta.

PUBLICIDADE

Já quanto à disponibilização dos vestiários para que os atletas se preparassem antes do jogo, Isis afirma que o vestiário estava livre para que os jogadores do Independente usassem tão logo encerrou a partida do Sub-17, diferente do que os dirigentes alegaram.

A presidente da Liga Iratiense contrapõe a afirmação da direção do Independente de que o Reboucense, por escalar atletas profissionais, teria vantagem no condicionamento físico. “Se o Graxa pega atletas que são profissionais ou não, não podemos pensar nisso. A equipe do Independente neste primeiro ano trabalhou com ‘pratas da casa’ e foram muito bem. Tenho que elogiar a diretoria do Independente, que se organizou, estava tudo certinho, o time estava muito bom”, diz.

PUBLICIDADE

Arbitragem

Isis defendeu os profissionais que atuam na Associação de Representantes e Árbitros de Irati (ARAI), depois que o Independente insinuou que a escalação de um árbitro de Rebouças prejudicou a equipe na semifinal. “Nunca vi. O dia que me provarem que um árbitro da ARAI usou de má-fé num jogo para prejudicar a esta ou àquela equipe, aí eu vou acreditar em qualquer coisa que me falem. Eu defendo o pessoal da ARAI e jamais o Rogério [Rogério Vicente, presidente da ARAI] colocou algum árbitro num jogo para ir lá prejudicar alguém. Estão todos aptos a apitar. A escalação é feita pelo Rogério. Eu não tenho participação em qualquer escalação que seja”, enfatiza.

A presidente da Liga Iratiense reafirma que os árbitros são justos e que são criteriosos na hora de preencher as súmulas dos jogos, ao relatar as ocorrências, inclusive, que podem determinar a perda de mando de campo. O time do Clube Atlético Imbituvense também perdeu um mando de campo e precisou jogar o primeiro duelo da final contra o Atlético Reboucense, em Ivaí.

PUBLICIDADE

Regulamento

Depois dessa série de reclamações e com a proximidade de outras competições, a exemplo da Copa Folha, que abre inscrições em janeiro, a Liga ainda não confirma se haverá ou não mudanças em regulamento. “Não posso dizer se vamos mudar ou não, pois sentamos aqui, conversamos e, muitas vezes que participei dessas reuniões, nos outros anos, o pessoal só vinha aqui e queria saber com quem iria jogar e que dia iria jogar. Eles não sentam para conversar outras coisas que também seriam importantes dentro do regulamento. Esse regulamento só pode ser mudado na hora que sentar com todos os dirigentes que vão participar do campeonato e que possamos debater”, diz.

Isis esclarece que a responsabilidade da Liga Iratiense na organização do Campeonato Amador é marcar os horários e locais dos jogos; determinar as punições aos times que descumprem o regulamento, através de sua Junta Disciplinar, que analisa todos os relatórios e súmulas das partidas realizadas.

“Mas a arbitragem é definida pela ARAI. No dia da nossa reunião, definimos que quem faria nossa arbitragem seria a ARAI e todo mundo concordou. E acho que não tem outra entidade que seja competente para fazer esse campeonato”, ressalta.

Quer receber notícias locais? Envie whats para 42 991135618 SIM NOTICIAS ou cadastre seu e-mail na newsletter pelo site da Najuá


Comentários

AO VIVO
AM
05:00 às 10:00 Canta Viola Edson Luiz
FM
05:00 às 08:00 Domingo Sertanejo Julinho