Entretenimento Cultural

18/10/11 - 17h10 - atualizada em 18/10/11 às 17h27

Evento comemora 140 anos de imigração polonesa no Paraná - Programação Irati

Informe publicitário da Prefeitura de Irati

O núcleo da BRASPOL DE IRATI, com apoio da Prefeitura Municipal de Irati, UNICENTRO, através do Núcleo de Estudos Eslavos (NES) e da Sociedade Beneficente Cultural Iratiense (SBCI – Clube Polonês), realiza nesta semana uma série de atividades relacionadas às comemorações dos 140 anos da imigração polonesa no Paraná.

Nesta quinta-feira, dia 20, às 20h, o Cine IRATI-UNICENTRO exibe o filme "KATYN", que aborda a invasão da Polônia pelos nazistas. O valor do ingresso é R$ 2. Dias 19, 20 e 21 (quarta, quinta e sexta), haverá almoço com cardápio típico polonês na Panificadora Irati.

No sábado, dia 22, às 17h, haverá missa celebrada em polonês, na Igreja São Miguel, localizada na Praça Madalena Anciutti, com a participação do grupo de canto polonês Jan Pawel II. No mesmo dia, às 20h30, na Sociedade Beneficente Cultural Iratiense, localizada à Rua Coronel Gracia, 176, será servido jantar por adesão com cardápio típico polonês. Durante o evento haverá Concerto para Chopin, com o pianista iratiense Diego Gorzinski, que interpretará peças do maior compositor para piano da era romântica.

Ainda no Clube Polonês, na mesma noite, haverá apresentação do grupo Jan Pawel II, e exibição de um áudio-visual de oito minutos com a síntese da história da Polônia. Os presentes ao jantar poderão ainda apreciar uma exposição de fotos de casamentos polacos da década de 20 em diante e concorrer a brindes trazidos daquele país.

Os cartões para o jantar, nos valores de R$ 25 para adultos e R$ 15, para crianças de cinco a 12 anos, podem ser adquiridos na Livraria Centenário e no Clube Polonês. Informações pelo telefone 3422 1340.

Comemorações
A BRASPOL de Irati dá sequência às atividades comemorativas da imigração polonesa, nos dias 13, 14 e 15 de novembro, com participação na Vitrine Literária em Porto Alegre (RS). Além disso, já no início de 2012 vai organizar a realização de concurso literário sobre os imigrantes e a imigração polonesa em Irati. A entidade também solicitou a colaboração dos lojistas da cidade no sentido de ornamentarem as vitrines de suas lojas em homenagem aos representantes da etnia polonesa, durante este período de comemorações.

Filme
O filme “Katyn” que o Cine Irati-Unicentro exibe nesta QUINTA-FEIRA, dia 20, a partir das 20h, é um longa-metragem rodado em 2007, e indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro de 2008. O drama histórico, dirigido por Andrzej Wajda e ambientado no ano de 1939, conta que, após a invasão da Polônia pelos nazistas, tropas russas ocupam o leste do país. Milhares de oficiais poloneses são mantidos sob custódia e enviados a campos de concentração. Entre eles está Andrzej, que se recusa a fugir com sua esposa Anna, para honrar seu compromisso com o exército. Assim como inúmeras outras mulheres, Anna aguarda ansiosamente o retorno do marido e recebe com total descrença as evidências de que ele tenha sido assassinado. Até que, em 1943, são descobertas grandes covas coletivas na floresta de Katyn. O filme tem censura 14 anos.

Irati
A etnia polonesa tem importância fundamental na formação da história e da população de Irati. O historiador e professor José Maria Orreda, descreve em seu livro “Irati” que no ano de 1908, um ano após a instalação do município, chegaram aqui os primeiros colonos poloneses e também os ucranianos, povoando a região do distrito de Itapará. Em 1910, outras levas de imigrantes ucranianos e poloneses começam a fixar-se no distrito de Gonçalves Júnior. Ainda hoje são guardados os costumes e as tradições da etnia polonesa, mantidos e passados através das gerações na culinária, agricultura, danças, hábitos de vestuário.

Centro de Tradições
O Centro de Tradições Polonesas "3 de Maio" de Irati foi fundado em 3 de maio de 1986, com o objetivo de cultuar as tradições, costumes e festas polonesas. O Grupo Folclórico Polonês LUBLIN pertence ao CTP 3 de Maio e teve sua estreia em 3 de janeiro de 1987. Possui trajes das regiões mais importantes da Polônia, com cerca de 400 peças. Em seus anos de atividades, realizou dezenas de apresentações nos estados do sul do Brasil, e participou em 1993, a convite da escola de samba Unidos da Ponte, do seu desfile no carnaval do Rio de Janeiro, para representar os poloneses do Paraná. Foi declarado como de utilidade pública através da lei 2.127, de 14 de setembro de 2004.

 

Comentários

AO VIVO
AM
12:00 às 13:30 Meio Dia em Notícias Jornalismo da Najuá